Resenha: Um toque de morte - Luiza Salazar

quarta-feira, 12 de outubro de 2016
Pode me chamar de Kat. Eu daria tudo para ser apenas uma jovem universitária, preocupar-me com os assuntos discutidos nos trens, nos corredores das escolas, nas ruas: qual roupa vestir na festa, qual o futuro da política do país, quem vai ganhar o jogo esta noite. É, você entendeu.

Mas na minha cabeça só há espaço para uma preocupação: quem será a minha próxima vítima.
Eu sou uma Ceifadora. Isso significa que posso matar com um simples toque das mãos, um dom que desejava todos os dias não possuir. Mas quando aqueles dois estranhos apareceram na minha vida e fizeram tudo virar de pernas para o ar, comecei a entender que existem pessoas que fariam de tudo para controlar esse meu poder indesejável. Até mesmo me matar. É até irônico, né?
Um Toque de Morte é um romance fantástico de Luiza Salazar, uma aventura pelas sombras que se escondem nos becos da cidade.

 Autor: Luiza Salazar  Páginas: 223  Editora: Draco  ISBN: 9788582430606


“E se a Morte estivesse sempre ao alcance de suas mãos? ”


Katherine é uma ceifadora! Ou seja, ela pode matar tudo aquilo que toca. Ótima vida, não? Ainda mais para quem mora na conturbada cidade de Nova York.
Abandonada em um orfanato, a garota aprendeu a conviver com sua habilidade e se aproveitar dela para sobreviver, assim ela acabou indo trabalhar com O Chefe, um mediador, que a paga para ceifar pessoas.

Devido a sua habilidade incomum, Kat se mantém afastada de círculos sociais e possui apenas uma única amiga, Rebecca, que também é sua colega de apartamento. Porém tudo muda quando dois garotos novos entram na escola onde elas estudam, Eric um metamorfo e Vince um ventríloquo (capaz de manipular as pessoas).

“Não se deixar envolver, não se aproximar demais. Essa é a maldição dos Ceifadores, não poder sentir o mundo com a própria pele. ”

De repente, Kat se vê no meio de uma briga entre dois grupos muito poderosos, Legião e Ordem. E aí? Qual ela deve escolher? Por que ter ela entre eles é tão importante? Qual lado realmente é o certo?

Essa foi minha primeira experiência com um livro nacional desse gênero, confesso que me interessei na leitura somente pelo título, mas depois me surpreendi com o desenvolvimento dela. O livro é narrado em 1ª pessoa pelo ponto de vista de Kat, a escrita da autora é bem gostosinha de ler, flui desde o início e te prende o livro inteiro.

Os personagens são muito bem construídos, Kat é uma garota forte, muito bem decidida, uma verdadeira guerreira. Rebecca é uma pessoa comum, faz de tudo para contrariar seus pais e é uma ótima amiga para Kat, mesmo não sabendo de sua habilidade (pelo menos é o que a autora nos faz acreditar haha), acredito que no próximo livro ela terá mais espaço pois deixou alguns mistérios nesse volume. Já Eric e Vince são dois paranormais que vêm para agitar a vida de Kat; Eric representa a Ordem e Vince representa a Legião, ambos entram em uma disputa para recrutar Katherine para seu lado.

“Essa ideia sempre me assustou mais do que a morte. A morte eu consigo aceitar. É a vida morta que me assusta. ”

No começo achei que a história se voltaria para o lado romântico e um triângulo amoroso surgiria, mas isso não aconteceu. A história se volta mais para o desenvolvimento dos personagens e para o desenrolar do conflito sobrenatural, o romance fica em um segundo (ou terceiro haha) plano e confesso que não faz falta nenhuma (kkk).

A autora usou de habilidades sobrenaturais que já conhecemos, foi impossível eu não sentir de onde ela se inspirou (não vou citar o nome do livro para não ficar chato haha), algumas coisas eram bem parecidas, mas isso não me incomodou, já que todo o contexto da história ficou ótimo e muito bem desenvolvido.

Enfim, “Um toque de morte” não deixou a desejar em nenhum aspecto, foi uma leitura que me surpreendeu bastante e eu recomendo muito vocês lerem, visto que é uma leitura rápida e que flui naturalmente. Mal posso esperar para ler a continuação “ Um beijo de morte”. <3




Sarah Fernandes
Capricorniana, futura Arquiteta, amante dos livros, louca por um bom filme e uma bela xícara de café.

17 comentários:

  1. Oi Sarah!
    Cometi o mesmo erro que você: achei que o livro iria focar no romance e achei ótimo saber que não é o caso, porque a premissa parece ser boa o suficiente e se sustentar sem essa "muleta", né?
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Sarah!

    Gostei da premissa, gosto de sobrenaturais e o dom da protagonista é bem interessante, sem contar que é nacional né? <3 Gostei da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Tu ME GANHOU COM ESSA RESENHA LINDO QUE ME DEIXOU DE QUEIXO CAÍDO HAHAHAH. gente, o quê é isso? Sei lá, chamou a minha atenção demais :P

    Vou anotar na minha lista :)

    beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiiii Sarah

    Essa é a primeira resenha que vejo desse livro, já havia visto o livro em algum lugar e até me interessei mas como não tinha referencia nenhuma não quis arriscar. Gostei do que vc conta na resenha, parece ser um livro gostosinho de ler e daqueles que, apesar da semelhança com outros do gênero, consegue prender a gente. Dica anotada.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  5. Já li algumas resenhas desse livro e gostei muito da capa, chamou bastante minha atenção. A editora Draco arrasou na edição! Espero que muitos outros livros cheguem por essa editora, pq parece ser otima!
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Um toque de morte realmente me pareceu ser uma obra muito boa. A premissa é bem interessante, mas eu já vi em outro livro. Imagino que seja o mesmo que você não mencionou na resenha.
    Acredito que o livro tem tudo para me ganhar. Darei uma chance.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de outubro. Serão dois vencedores, dividindo 5 livros.

    ResponderExcluir
  7. Oi
    a capa nem chamou a atenção, mas a sinopse e a resenha chamaram e muita e que bom que não foca muito em romance, ando com uma ravinha de triangulo amoroso, sua resenha me deixou curiosa.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. A primeira coisa que chamou minha atenção foi o nome, depois a capa e para fechar com chave de ouro, sua resenha!
    Amei a premissa e já estou louca para ler rsra ameei.
    Bjs!

    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Ainda não tinha visto este livro, e tem um enredo muito bom. Gostei de saber sua opinião e me deu vontade de ler.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nunca ouvi falar do livro mas adorei a sinopse, a capa e a sua resenha! Quase fiquei desanimada quando vi a possibilidade de um triângulo amoroso, mas adorei saber que não há um e que o romance não é o foco da trama! Aiii que perfeito! shIUahsiuHAs
    Eu adorei o seu blog e o seu jeitinho de escrever! É a minha primeira vez por aqui e tenho certeza de que será a primeira de muitas!
    Te convido a nos visitar tb!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA

    ResponderExcluir
  11. Oiii,
    Não conhecia o livro, mas adoro fantasias sobrenaturais.
    Com certeza vai para a lista.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha visto esse livro na vida Sarah, adoreeei a premissa! *-*
    Já está na lista com certeza, ótima resenha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, marquei vcs numa tag, esqueci de avisar ;) :*

      Excluir
    2. Ah, marquei vcs numa tag, esqueci de avisar ;) :*

      Excluir
  13. Oi Sarah,
    Eu estou dando várias chances a nacionais, essa pode ser uma boa obra para eu conferir. Eu não estou muito acostumada a ler esse gênero (nacional ou não, rs), mas acho que vale a pena dar uma chance.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Sarah =)

    Esse ano resolvi dar chance aos nacionais e estou me surpreendendo. Não conhecia o livro e nem a autora. Pela premissa a história me pareceu interessante, mesmo não sendo um gênero que leia com frequência.

    Gostei da dica!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir

 
© Blog Resenha Atual - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda Tecnologia do Blogger.
imagem-logo