RESENHA: A HERDEIRA DAS SOMBRAS- ANNE BISHOP

quarta-feira, 5 de abril de 2017
Há 700 anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súditos, uma profetisa viu na sua teia de sonhos e visões a chegada de uma poderosa Rainha. Jaenelle é essa Rainha. Mas mesmo a proteção dos Senhores da Guerra não impediu que os seus inimigos quase a destruíssem. Agora é necessário protegê-la até as últimas consequências. Três homens estão dispostos a dar a vida por Jaenelle. Mas há quem esteja disposto a tudo para controlar ou destruir a Rainha. Conseguirá ela cumprir o seu destino como detentora do maior poder que o mundo jamais conheceu?






             

                  Autor: Anne Bishop  Páginas:478  Editora: Arqueiro

Esta resenha pode conter alguns spoilers, confira a resenha do primeiro volume aqui.


Após os últimos acontecimentos em A filha do Sangue, a tentativa de Daemon para salvar Jaenelle do reino distorcido faz com que o príncipe perca sua sanidade, buscando incansavelmente vingança a malfeitora de sua futura rainha. Apesar de a garota ter uma recuperação física razoavelmente rápida, sua mente levou dois anos para se recuperar e despertá-la. Todo esse tempo lutando para alcançar a lucidez e cumprir sua profecia a ofereceu uma força psíquica capaz de se livrar de qualquer dominação alheia.

Em cada conto dos reinos, o lado das trevas assim como os habitantes do mundo estão recrutando pessoas com o mesmo propósito. A rainha Dorothea procura por aliados sem escrúpulos no fim de destruir a feiticeira, Saetan, o rei do Inferno tem como principal reforço uma mulher serpente e Lucivar Yaslana, mas durante toda a trama é possível descobrir os amigos que Jaenelle encontrou em todas as suas viagens, pelas teias de mundos e reinos adjacentes a seu continente.

Quando  seu poder e lentamente lapidado, a futura Rainha revela uma nova fonte de força: os parentes. São animais que possuem jóias e podem se comunicar através de sua magia. Um lobo com o poder de uma joia violeta é um dos melhores amigos de Jaenelle, e Lucivar também assume um papel de companheirismo e lealdade. O mestiço recebeu de Daemon a responsabilidade de cuidar da garota em todos os momentos em que ele estiver ausente, mas uma mentira o fez acreditar que o príncipe do senhor da Guerra foi o primeiro a descumprir tais promessas.
“Com a mão pousada na cabeça de Jaenelle, Saetan fechou os olhos e fez a descida interior até o nível das Joias Negras. Devagar, com cuidado, prosseguiu até não conseguir descer mais. Foi então que soltou as palavras para o abismo, tal como fizera nas últimas três semanas. -Você está segura, criança-feiticeira. Volte. Você está segura.”



Quando Daemon é resgatado por uma guerreira e inicia seu processo de cura, logo começa uma busca a fim de encontrar e destruir Dorothea SaDiablo, que tanto fez mal à feiticeira. Prevendo que em breve a revanche a alcançaria, a demonia-morta Hekatah que já teve um matrimonio com Saetan, elabora um plano para aniquilar irreversivelmente Jaenelle. Mesmo quando ela foi salva a tempo, houveram danos preocupantes a garota. Nesse momento, ela libera uma fração do seu vasto poder. O que pode causar medo em seus oponentes, e até mesmo em seus aliados. Medo esse que mostra a todos a excelência da futura eximia rainha.

Não me canso de elogiar esse livro. Mesmo contendo uma densidade muito similiar ao primeiro, é possível compreender e acompanhar o enredo com mais facilidade. Ainda existe muita brutalidade nas ideias contidas, mas a apelação sexual não agride o leitor como antes. A ausência de Daemon na maior parte da história é compensada com a autenticidade de Lucivar, o guerreiro de asas demonstra o mesmo amor por Jaenelle que foi apresentado por seu irmão no inicio da trilogia. Nesse episódio também se torna mais fácil vislumbrar o amor de Saetan, sendo algo paternal e fraterno. Também podemos conhecer outros personagens e compreender a garota de olhos azul-safira com todo seu comportamento tempestuoso e cheio de amor ao mesmo tempo.


Mesmo sendo narrado em 3’ pessoa, a história permanece capaz de exibir com clareza os sentimentos dos personagens em questão. Todas as idéias são bem construídas cada informação, por mais singela que seja pode se tornar vital para a conclusão da leitura. Por trás da cada personagem é mostrado seu dilema interior, as inseguranças e os amores vividos. Ainda com tantas entrelinhas, é possível encontrar duvidas no enredo ou perder o ar com a informações subseqüentes ao seguir as páginas. Tendo tanto amor, não poderia dar uma nota menor que 5 para um livro que me apaixona cada vez mais a cada trecho.


Mariene Pettioti
20 anos. Geminiana do coração de flores. Viagem dos sonhos: Estrada Real, prisioneira de histórias, lava a alma com chuva, músicas narram momentos.

3 comentários:

  1. Oi Mari, tudo bem? Eu não li ainda o primeiro, mas parece ser uma ótima serie. Muito bom saber que não cai na maldição do segundo livro, pq às vezes acontece rsrsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari, tudo bom?
    A Duda lá do blog é apaixonada por esses livros, e recebi um ultimato para ler porque 'é MARAVILHOSO VOCÊ VAI AMAR' ASUHASUHASUHASUHUH depois dessa já coloquei no carrinho pra quando aparecer um desconto, comprar de uma vez.
    Adoro quando a história não se perde no segundo livro, que é sempre um perigo. E fiquei curiosa com os ships!
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mari!
    Mulher, pulei a resenha porque ainda vou ler essa trilogia e fiquei com medo de pegar spoilers.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir

 
© Blog Resenha Atual - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda Tecnologia do Blogger.
imagem-logo